segunda-feira, 21 de julho de 2008

Filme, pipoca e chocolate quente

Penélope

Penelope Wilhern é filha de ricos e atormentados pais, por uma maldição secreta de família que transforma a sua cara na de um porco. Mas há uma esperança. De acordo com o saber da família, a maldição pode ser quebrada quando ela for amada por alguém semelhante.
Uma história com um toque de conto de fada. Um cenário que demonstra bem as transformações da pesonagem principal.
Uma história simples, mas bem desenvolvida. Poderia ter explicado e alongado mais a parte que ela conhece os pretendentes e tal.
Achei que seria bem ruim, mas se desenrola de maneira interessante e o final foi é bem legal. Me surpreendeu.


Loucas por amor, viciadas em dinheiro

Bridget Cardigan é uma dona de casa, que é surpreendida ao saber que pode perder sua casa e seu confortável estilo de vida quando seu marido, Don, é rebaixado em seu trabalho. Tentando evitar que isto aconteça, ela consegue um trabalho como zeladora no Federal Reserve Bank. Lá rapidamente se torna amiga de Nina, mãe solteira que tem dois filhos para criar, e Jackie, uma jovem que nada tem a perder. Cansadas de serem sempre subestimadas, Bridget, Nina e Jackie decidem unir esforços para um plano ambicioso: assaltar o banco.

Uma comédia que tem um suspense de fundo.

Ótimas atrises e uma boa trama.

Jumper

David Rice é um "jumper", alguém capaz de se teleportar para qualquer lugar do planeta que queira. Ele usa seus poderes para se divertir, até que um dia descobre que está sendo perseguido por uma organização secreta, que pretende matar todos os Jumpers. A partir de então David se une a outro jumper e passa a enfrentar uma guerra que já existe há milhares de anos.

Um filme com ótimas cenas de ação e locações reais por todo o mundo. Efeitos especiais que se confunde com realidade.

A história é simples, mas tem algumas reviravoltas. O melhor do filme são os cenários.

Um comentário:

Mariana disse...

só pra constar q eu li o blog.
e q eu tô com inveja de vcs tarem vendo um monte de filmes sem mim.

tô terminando de ler O diabo veste Prada. bem diferente do filme. o final tá emocionante.

BJo