sábado, 20 de dezembro de 2008

Adicionando a lista...


Vestida para Casar

Uma comédia romãntica, para não ter erro.

Jane é a típica moça idealista e romântica que tem uma paixão: Casamentos. Tem uma paixão secreta pelo chefe e é feliz do jeito que está. A chegada de sua irmã a cidade abala seu dia-dia, mas ela não reage e continua em sua posição fraternal. Isso a faz repensar sua vida, já que sempre faz os outros felizes, talvez ela também mereça ser.

Uma história novaiorquina. Com belas cenas do Central Park e nos cafés locais. A correria da vida pontilhada com táxis amarelos.
Na Big Apple,mais uma história de amor.

O Cheiro do Ralo

Um filme nacional muito elogiado, e que eu ainda não tinha visto.

Lourenço é dono de uma loja em que compra objetos usados. Aos poucos ele troca a frieza das negociações pela exploração humana, motivadas pelo dinheiro. Num processo de auto-conhecimento, ele passa a taxar as pessoas, como se estivessem à venda, identificando-as a partir de uma característica.
Sempre incomodado pelo cheiro do ralo, que o perturba profundamente, ele vê sua vida sair do controle quando o jogo vira e ele é obrigado a se relacionar com um de seus "objetos".

Selton tem uma interpretação incrível. A fotografia e os ângulos de filmagem fazem do filme uma peça diferenciado, com um visual envelhecido, remetnedo, talvez, aos objetos de troca do mote da história.

Um comentário:

O pior que tá tendo disse...

chegam nas locadoras de arinos nas próximas férias!