quarta-feira, 8 de abril de 2009

O fim-de-semana que não vi passar

Sabe quando você tá de pijama, sem fome e te ligam quase 22h pra sair?
Isso foi na sexta, e foi divertidíssimo. 
Pizzaria é básico, mas sempre dá certo.
Um programa trnquilo com os amigos.

Uma semana visitando e observando o tráfego de veículos e pedestres no trecho da linha férrea que meu grupo fará o projeto urbano.
Um trecho abandonado, em anguns bairros da zona central da cidade.
É feio, violento, mal-cheiroso, cheio de barro e mato... Quase sem esperanças, mas a gente vai tentar.

Um sábado chato, vendo os carros passar. Conversas sobre violência urbana e a falta de esperança sobre o local.
Seria tão bom se os projetos que a gente faz fossem realizados e todos fossem felizes para sempre.
E quem diria..., não é que a Pré-Nicoloco foi bacana.
Tá certo que a Pré-Nicoloco aconteceu uns 7 meses antes da Nicoloco, mas não importa.
Foi cheio, foi bacana.
Nara sabe me levar para o bom caminho.

Depois dessa tarde/noite de festa, um domingo de trabalho.
Nem tudo deu certo. Até meia-noite debruçados em cima do cartaz que tinha que ficar pronto para segunda.

Uma correria, ficou pronto no meio da tarde. Chegamos atrados, mas deu tempo de apresentar. Até que não deu tão errado. Espero que não passemos mais aperto esse semestre.

3 comentários:

Robb' disse...

Ahh, Lois!
Acontece! Tbm não vi meu final de semana passar... E como sempre, tinha milhões de coisas pra fazer e não fiz nem a metade!
=P

O pior que tá tendo disse...

nossa falta de planejamento...
tcs tcs

R@mon_Vitor disse...

Rotina, estou tão preso a essa palavra e seu significado que tud que tenho a dizer é:
Casas.
Casas me lembram rotina.
Você me lembra rtina já que desenha casas.

E tudo iss me lembra segurança e estabilidade!

Ah, eu sou tão feliz.
=)
uahauau